O que fazer

Caves do vinho do Porto e centro histórico do Porto

Matthieu Cadiou todos os direitos reservados

CS Vintage House Hotel 3.0 CC BY-NC-ND

Porto Ferreira 3.0 CC BY-NC-ND

Taylor 3.0 CC BY-NC-ND

Ramos Pinto 3.0 CC BY-NC-ND

Cálem 3.0 CC BY-NC-ND

Matthieu Cadiou todos os direitos reservados

Matthieu Cadiou 3.0 CC BY-NC-ND

 
 
 
 
 
 
 
 

O Porto, Património Mundial da Humanidade, é uma cidade antiga, intensa e autêntica de raro valor panorâmico e arquitetónico. Visite o seu centro histórico e saboreie um cálice de um dos mais respeitados vinhos do Mundo.

    • Restaurantes
    • Património
    • História
    • Gastronomia e Vinhos
    • Compras
    • Suba ao cimo da Torre dos Clérigos
    • Visite as caves de vinho do Porto, na margem esquerda do rio
    • Saber mais
    • De visitar, a poucos minutos a pé da Ribeira do Porto, o Museu dos Transportes e Comunicações, no edifício da antiga Alfândega do Porto, e o Museu do Vinho do Porto
    • O andante tour foi criado a pensar em quem visita o Porto: o andante tour 1 é válido durante 24 horas consecutivas após a primeira validação; o andante tour 3 é válido durante 72 horas consecutivas após a primeira validação.
    • Na estação de metro da Trindade, há cacifos onde pode depositar a sua bagagem por um período máximo de 36 horas. O depósito de bagagem está acessível das 6h à 1h30 e os preços variam consoante o volume da sua mala
    • Suba ao cimo da Torre dos Clérigos. De inverno, o horário é das 10h às 12h e das 14h às 17h e, no verão, das 9h30 às 13h e das 14h30 às 19h
    • Saiba mais sobre o Centro Histórico do Porto aqui.
    • Saiba mais sobre as Caves do Vinho do Porto aqui.
    • Saiba mais sobre as Grandes Capitais do Vinho aqui.

Porto, Património Mundial da Humanidade, é uma cidade antiga, intensa e autêntica de raro valor panorâmico e arquitetónico. Visite o seu centro histórico e saboreie um cálice de um dos mais respeitados vinhos do Mundo.Passeie pelo centro e deixe-se invadir pelo forte caráter da cidade e da sua gente. Sinta a intensidade com que a vida acontece na Ribeira. Lance um olhar sobre o céu, e descubra as torres da Sé Catedral ou suba até ao terreiro da igreja e permaneça um pouco no miradouro. Conheça os Clérigos se tiver tempo e energia, suba os 255 degraus da Torre de arrojada altura e beleza, de um barroco muito singular. Admire a estação de São Bento, com painéis de azulejos alusivos à história de Portugal, da autoria de Jorge Colaço. Desça pela rua das Flores, artérias vitais do centro histórico e admire a riqueza dos edifícios históricos, classificados pela UNESCO. Encante-se com o espaço da zona da Alfândega e o conjunto de casas coloridas assentes em arcos na rua de Miragaia.Pode percorrer tudo isto a pé, de bicicleta que pode alugar junto à Igreja de S. Francisco, mas atenção que esta zona da cidade tem várias subidas e descidas ou de Segway há empresas que organizam passeios neste meio de transporte.Descubra exemplares da arte românica, gótica, barroca, neoclássica e da arquitetura do ferro e, no mesmo raio, edifícios que foram alvo de transformações modernas que mantiveram a sua traça tradicional. Nos últimos cinco anos, a reabilitação urbana no centro histórico cresceu a olhos vistos e esta zona da cidade, assim como a baixa, é agora reocupada por moradores mais jovens.No centro da cidade, encontrará, paredes meias com toda esta história, negócios e projetos novos: hostels premiados com inesperadas varandas sobre o Douro; várias lojas de design; o Palácio das Artes, uma iniciativa voltada para as indústrias criativas e o empreendedorismo jovem, junto ao sumptuoso Palácio da Bolsa; uma sala de concertos no antigo Mercado Ferreira Borges, o Hard Club; restaurantes de assinatura; e modernas casas de chá.

A melhor vista é do rio

É do rio que se obtém a melhor e mais completa vista sobre o Porto. Por isso, se puder, passeie de barco no Douro. Várias empresas realizam o cruzeiro das Pontes, percurso de cerca de uma hora que revela um outro olhar sobre a capital do norte de Portugal. Embarque no cais da Ribeira ou no cais de Gaia e aproveite o programa para conhecer também um pouco da história da cidade, através das suas características pontes.Aprecie a emblemática Ponte Maria Pia, a primeira grande obra de Gustavo Eiffel. Cruze a grandiosa Ponte D. Luís I, da autoria de Teófilo Seyrig, sócio de Eiffel. A Ponte da Arrábida, de Edgar Cardoso, com um vão de 270 metros, durante algum tempo foi recorde mundial para pontes em arco de betão armado. A Ponte de São João, também de Edgar Cardoso, foi inaugurada a 24 de junho de 1991, dia de São João. A ponte do Freixo, da autoria do professor António Reis, fica a montante de todas as outras. A mais recente ponte ficou com o nome de Infante D. Henrique.Não deixe o Porto sem travar conhecimento com um dos mais afamados vinhos do mundo. Visite os locais que contam a sua história, como o Museu do Vinho do Porto muito perto deste, pode visitar também o Museu dos Transportes e Comunicações ou o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, em cuja loja é possível comprar vinhos do Douro e do Porto e publicações temáticas e participar em provas comentadas de vinhos do Porto ou visitas guiadas aos Laboratórios e Câmara de Provadores.

As caves

Mais de cinquenta companhias envelhecem nas suas caves o vinho que produzem na Região Demarcada do Douro, em velhos cascos de madeira. Estas companhias têm visitas guiadas e provas de diferentes variedades do embaixador de Portugal, o vinho do Porto, onde pode ouvir com atenção a história do vinho do Porto. Quando voltar ao exterior vai, por exemplo, ver com outros olhos os barcos Rabelos no Douro, embarcações que noutros tempos traziam até ao Porto o vinho do Alto Douro Vinhateiro.Na Avenida Diogo Leite, encontra-se a Calém. À beira-rio, pode visitar a Sandeman e o Espaço Porto Cruz Centro Multimédia. Instalado num edifício do século XIX, no largo Miguel Bombarda, este centro pretende celebrar a cultura do vinho do Porto e, em particular, divulgar este produto secular junto das camadas mais jovens. Com uma arquitectura inspirada na mulher de negro, a imagem de marca da Porto Cruz, o edifício, inaugurado em junho de 2012, alberga ainda o restaurante deCastro Gaia, do chefe Miguel Castro Silva, e o bar Lounge Terrace 360º, cuja vista é deslumbrante.Na Avenida Ramos Pinto, ficam a Ramos Pinto e a Ferreira. Em ruas adjacentes, subindo até uma cota mais alta, encontrará outras caves de Vinho do Porto, como a Offley e a Taylor's (Fladgate & Yeatman), ambas na rua do Choupelo. Regra geral, entre Maio e Outubro, estes espaços abrem entre as 10h e as 19h, e entre Novembro e Abril até uma hora mais cedo.Na zona das caves de vinho do Porto, o complexo Cais de Gaia concentra mais de 25 espaços comerciais, entre restaurantes, lojas, cafés, bares e discotecas. Aproveite para almoçar do lado de lá do rio e admirar o postal vivo que é o centro histórico do Porto. Peça a famosa francesinha ou um prato mais tradicional, como as tripas à moda do Porto ou o bacalhau à Gomes de Sá.Escolha um restaurante com esplanada ou paredes envidraçadas e almoce com os olhos postos no casario da cidade que se dispõe em cascata, formando estreitas ruelas labirínticas.Do cais de Gaia, pode subir de teleférico até ao Jardim do Morro e seguir até à Serra do Pilar, de onde a vista sobre a cidade do Porto e das suas pontes de arquitetura de ferro é soberba.

Como chegar

Para o Porto, há voos de Bremen, Düsseldorf, Frankfurt, Karlsruhe, Munique, Dortmund, Zurich, Liverpool, Londres, Bordéus, Carcassone, Dole, La Rochelle, Lille, Lyon, Marselha, Nantes, Paris, Rodez, St. Etienne Toulouse, Tours, Barcelona, Madrid, Palma de Maiorca, Valência, Bolonha, Milão, Pisa, Roma, Copenhaga, Bruxelas, Amesterdão, Eindhoven, Rio de Janeiro, São Paulo e Nova Iorque.Do Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro, a melhor forma de chegar ao centro da cidade do Porto é de metro. A viagem dura cerca de 30 minutos.

Vídeo

Onde fica

Comentários