Douro entre os melhores destinos vínicos do mundo

O Douro está entre os melhores destinos do mundo para quem gosta de bons vinhos. E não somos só nós que o dizemos. Em 2013, a Wine Enthusiast Magazine, com sede em Nova Iorque, colocou a região – a primeira demarcada do mundo – na lista dos 10 melhores destinos vínicos mundiais.

Antonio Sacchetti CC BY-NC-ND

Associação de Turismo do Porto e Norte, AR. CC BY-NC-ND

José Manuel CC BY-NC-ND

Antonio Sacchetti CC BY-NC-ND

 
 
 
 

Os editores da reputada revista viajam todos os anos pelo mundo e experimentam o melhor do mundo dos vinhos e da gastronomia, descobrindo os destinos mais empolgantes.

Porquê ir

  • Gastronomia e Vinhos
  • Paisagem
  • Património
  • História
  • Arquitetura

O repórter da Wine Enthusiast, Roger Voss, "apaixonou-se" pelo Douro. Não admira. Considerado património mundial pela UNESCO, o Alto Douro Vinhateiro é o berço do famoso vinho do Porto, internacionalmente conhecido pela sua qualidade e sabor, e esconde uma paisagem cultural de notável beleza, produzida ao longe dos anos pela secular tradição vitícola.

Fazemos nossas as sugestões de Voss e da Wine Enthusiast e acrescentamos à lista da revista norte-americana mais algumas propostas para uma pequena viagem de cinco dias, onde poderá observar toda esta riqueza e pernoitar numa quinta com um ambiente único.

Aterrando no aeroporto do Porto, vale a pena passar uma noite na cidade, mais concretamente no hotel vínico Yeatman, antes de rumar ao Douro. Classificada como património mundial da humanidade, o Porto é uma cidade com história, viva e com um raro valor panorâmico e arquitetónico.  Visite o centro histórico e o Museu do Vinho do Porto e, na margem sul do rio Douro, saboreie um cálice de um dos mais respeitados vinhos do mundo nas caves de vinho do Porto.

O que precisa saber

  • Regra geral, entre maio e  outubro, as caves de vinho do Porto abrem entre as 10h e as 19h e, entre novembro e abril, até uma hora mais cedo
  • Pode visitar o Douro durante todo o ano, mas a região é especialmente interessante entre março e junho, quando as amendoeiras estão em flor, e em setembro, por altura das vindimas
  • Nas quintas do Seixo, da Sandeman, do Crasto e do Portal também há provas de vinhos.

Vai adorar ficar no Yeatman. Com cinco estrelas, é o primeiro hotel vínico português. Foi inaugurado em 2010 e fica situado na zona histórica de Vila Nova de Gaia, sobranceiro à zona das caves. Este hotel de luxo oferece uma vista panorâmica única, conforto e um ambiente sofisticado, organiza jantares vínicos todas as semanas e tem um moderno SPA com tratamentos à base de vinho.

Alugue um carro e siga viagem até ao Douro, onde pode seguir a Rota do Vinho do Porto. Comece pelo Solar do Vinho do Porto, no Peso da Régua, onde especialistas explicam as diferenças entre os diversos tipos de vinho do Porto.

E porque o Douro é muito mais do que vinhos e gastronomia, suba ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego e visite o Mosteiro de Tarouca.

Acompanhe o rio de carro, percorrendo com tempo as estradas sinuosas. Páre nos miradouros para apreciar a paisagem e as quintas e solares da região.

O que fazer

  • Visite uma das caves de vinho do Porto em Gaia
  • No Douro, visite os restaurantes, produtores e quintas de enoturismo que são fazem parte da Rota do Vinho do Porto
  • Vá à Casa de Mateus, em Vila Real, que é conhecida em todo o mundo por figurar no rótulo do vinho Mateus Rosé

Almoce pelo menos uma vez no DOC, o restaurante do chefe Rui Paula e o vencedor regional do Best of Wine Tourism Awards em 2011. Acompanhe a refeição com um vinho de mesa tinto do Douro e perceba por que ombreiam estes vinhos com néctares de topo mundial.

Fique na Quinta Nova Nossa Senhora do Carmo ou na Quinta da Pacheca, quintas onde poderá vivenciar experiências vínicas que certamente ficarão na sua memória!

Em S. João da Pesqueira, faça um piquenique junto à capela de São Salvador do Mundo e aprecie uma das mais belas paisagens do Douro.

Se visitar o Douro entre março e junho, ficará encantado com as amendoeiras em flor, as flores silvestres e as vinhas em botão.

Vai gostar

  • De descansar em quintas e solares perto do rio e conhecer a tradição portuguesa de bem receber
  • De viajar pelo Douro de comboio como no início do século XX
  • De passar pelas estações da Régua, que foi a mais importante da região, e do Pinhão, uma das mais bonitas do país, com fachadas decoradas de azulejos e uma wine house no seu interior
  • Da gastronomia e dos vinhos durienses

Como Chegar

Para o Porto, há voos low cost, por exemplo, de Londres (Stansted e Gatwick), Paris (Beauvais, Orly, Vatry e Charles de Gaulle), Marselha, Lille, Tours, St. Etienne, Bolonha, Bordéus, Lion, Toulouse, Madrid, Barcelona El Prat, Tenerife, Valencia e Palma de Maiorca.

 

Apenas no verão, há companhias low cost a voar de Liverpool, Las Palmas, Carcassonne, Rodez e Nantes.

Com tarifas normais, há ligações aéreas a partir de Londres – Gatwick, Madrid, Barcelona e Paris – Orly.

Do Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro, a melhor forma de chegar ao centro da cidade do Porto é de metro. A viagem dura cerca de 30 minutos.

Para o Douro, siga pela estrada nacional 108 até Entre-os-Rios e continue pela margem do rio Douro até à Régua – em alternativa, pode ir pelo IP4, que liga os distritos de Porto, Vila Real e Bragança, e depois continuar por estradas nacionais e municipais.

Be inspired

Choose your journey, find new places, have some fun and create memories for a lifetime.

Saiba mais

Artigos relacionados

Douro by Boat

Saiba mais

Douro entre os melhores destinos vínicos do mundo

Saiba mais

Romance no Porto e no Douro

Saiba mais