Rota do Azeite

Em Trás-os-Montes, descubra os caminhos da Rota do Azeite e acompanhe a gastronomia regional com um produto único e de qualidade reconhecida, que traduz a essência da região, uma terra agreste e de paisagens muito diversas  

Associação de Turismo do Porto e Norte, AR. CC BY-NC-ND

Viaje até ao nordeste de Portugal e conheça o imenso património histórico, cultural e paisagístico dos quinze concelhos que integram esta Rota do Azeite: Alfândega da Fé, Alijó, Bragança, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Mogadouro, Murça, Tabuaço, Torre de Moncorvo, Valpaços, Vila Flor, Vila Nova de Foz Coa e Vimioso.

Porquê ir

  • História
  • Paisagem
  • Cultura
  • Gastronomia e vinhos

 

A Rota organiza estes destinos em quatro roteiros diferentes: "No centro de Trás-os-Montes", "Entre o rural e o urbano", "Em terra de vinhos e formidáveis azeites" e "Da capital do manuelino às gravuras do Vale do Côa".

Para cada roteiro existe um mapa que guia os visitantes pela tradição cultural, gastronómica, religiosa e arquitetónica dos locais, lhes apresenta a história e lhes dá a conhecer o artesanato e a beleza natural.

A pé, de bicicleta ou de carro, visite as pequenas explorações de azeite, com os seus lagares tradicionais, descubra como o processo de fabrico foi passando de geração em geração, conheça os atuais processos – mais sofisticados – de produção e prove um azeite doce e frutado, amargo e intenso e que, fruto da inovação de alguns produtores, também pode ter sabor a ervas aromáticas.

O que fazer

  • Em Mirandela, marque um tratamento de oleoterapia, uma massagem corporal hidratante e relaxante em que é utilizada uma mistura de azeite com óleo de amêndoas doces e aroma de jasmim
  • Dê um saltinho ao Douro – o Parque Natural do Douro Internacional abrange alguns concelhos de Trás-os-Montes

 

A produção deste produto com uma poderosa ação antioxidante encontra em Trás-os-Montes um clima favorável e beneficia de uma grande variedade das oliveiras, fatores que conferem ao azeite, elemento essencial na dieta mediterrânica, um elevado grau de qualidade.

São já inúmeras as marcas DOP (Denominação de Origem Protegida) locais e os produtores transmontanos que já exportam o seu azeite para países longínquos como o Canadá, o Japão ou os Estados Unidos da América.

Aproveite esta oportunidade para provar azeites de qualidades diferentes, sem esquecer os biológicos, para que, no final da viagem, possa levar para casa os que mais lhe agradaram.

O que precisa saber

  • Existem quatro principais tipos de azeite: azeite virgem extra (com acidez inferior ou igual a 0,8%), azeite virgem (com acidez inferior ou igual a 2%) azeite (com acidez inferior ou igual a 1%, contém azeite refinado e azeite virgem) e azeite refinado (com acidez inferior ou igual a 0,5%)

 

À mesa, prove os melhores pratos e os enchidos da região. Experimente a posta de vitela mirandesa, o porco bísaro e a truta do rio.

A região transmontana vale a pena também pelos seus parques naturais – em Macedo de Cavaleiros, visite os sítios de Rede Natura do Monte de Morais, os vales de Sabor-Maçãs e as serras de Montesinho-Nogueira –, pelas serras de Montesinho e da Lombada, que pode conhecer a pé e de bicicleta ou comodamente de carro, e pelas termas.

Vai gostar

  • De saber que as virtudes do azeite não se esgotam na gastronomia. Há estudos que mostram que o consumo de azeite pode ajudar na prevenção de doenças e trazer benefícios para a saúde.

 

Como Chegar

Depois de aterrar no Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro, apanhe a A4 em direção a Amarante e tome o IP4 em direção a Bragança, no coração de Trás-os-Montes.

 

Be inspired

Choose your journey, find new places, have some fun and create memories for a lifetime.

Saiba mais

Artigos relacionados

Rota das Vinhas de Cister

Saiba mais

Na Rota do Vinho do Porto e Douro

Saiba mais

Douro by Boat

Saiba mais